Fifa descarta mudança em sistema de escolha de sedes da Copa

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 13:52 BRST
 

PARIS (Reuters) - A Fifa não cogita mudar o sistema de votação para a escolha de sedes da Copa do Mundo apesar de toda controvérsia em torno das decisões sobre os Mundiais de 2018 e 2022, disse o secretário-geral da entidade, Jerome Valcke, nesta segunda-feira.

"Nós votamos na quinta-feira. Não sentamos para discutir uma reforma no sistema de votação. Não faz parte das nossas discussões neste momento", disse Valcke a jornalistas.

Na quinta-feira, o comitê-executivo da Fifa elegeu a Rússia como sede da Copa de 2018 e o Catar como organizador do Mundial de 2022, escolhas que motivaram críticas a respeito do grande papel exercido pela política no processo.

O comitê-executivo da Fifa foi reduzida de 24 membros para 22 depois que dois integrantes foram suspensos pelo comitê de ética após uma investigação sobre denúncias de corrupção levantadas por um jornal inglês.

"Reagimos bem à situação. Os membros foram suspensos. Não há motivos para termos vergonha", acrescentou Valcke.

O dirigente informou ainda que o processo de escolha da sede da Copa do Mundo de 2026 não acontecerá antes de 2018.

(Reportagem de Diane Falconer)