Barça fecha acordo recorde de patrocínio com fundação do Catar

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 11:30 BRST
 

MADRI (Reuters) - O Barcelona anunciou nesta sexta-feira um acordo recorde de patrocínio com a Fundação Catar avaliado em 30 milhões de euros (40 milhões de dólares) por temporada até o fim da campanha 2015-16.

O acordo é o maior já assinado por qualquer clube, disse o Barça em seu site, e vai render aos catalães 165 milhões de euros no total, incluindo 15 milhões de euros pelos restante da atual temporada.

A Fundação Catar, fundada em 1995 pelo xeique Hamad Bin Khalifa Al Thani, emir do Catar, tem projetos voltados para educação, pesquisas científicas e desenvolvimento social. Eles também têm parceria com várias joint-ventures.

Na semana passada, o pequeno país do Golfo Pérsico foi escolhido pela Fifa para sediar a Copa do Mundo de 2022, e será o primeiro país árabe a organizar um Mundial.

O Barça é um dos poucos países do mundo que não estampa a marca de uma empresa em seus uniformes. Em vez disso, o clube tem o logo do Unicef e ainda paga 1,5 milhão de euros por ano à entidade.

Sob o acordo anunciado nesta sexta-feira, o clube tentará exibir as duas marcas em seu uniforme, mas, se não for possível, o Unicef terá prioridade, disse um porta-voz do clube.

"Com esse acordo, o Barça se torna de forma incontestável a marca líder do mundo do futebol, bem à frente dos rivais", disse o vice-presidente do clube, Javier Faus, em entrevista coletiva.

De acordo com a consultoria esportiva Sport+Markt, os clubes ingleses Manchester United (seguradora AON) e Liverpool (banco Standard Chartered) têm os melhores patrocínios da temporada 2010-11, com 23,6 milhões de euros cada.

(Reportagem de Iain Rogers)