Edema pulmonar interrompe escalada de Martina Navratilova

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 19:15 BRST
 

NAIRÓBI (Reuters) - A ex-tenista Martina Navratilova disse nesta sexta-feira que um edema pulmonar interrompeu sua tentativa de escalar o monte Kilimanjaro, na Tanzânia, no quarto de seis dias de escalada da montanha mais alta da África.

A ex-tenista, de 53 anos, iniciou a escalada na segunda-feira, mas sofreu de edema pulmonar causado pela altitude elevada --uma acumulação de fluido nos pulmões-- e foi levada para um hospital na capital queniana, Nairóbi.

Seu médico disse que ela deve ter uma recuperação completa.

"Estou desapontada em não poder completar essa jornada maravilhosa. Era uma coisa que eu queria fazer há muito tempo, mas não era para ser", disse ela em comunicado.

Martina, um dos maiores nomes do tênis, liderava uma equipe com 27 alpinistas para arrecadar dinheiro para uma instituição de caridade.

A tcheca, vencedora de 18 grand slams, foi diagnosticada com um câncer de mama não-invasivo no início deste ano, mas, após tratamento, foi declarada livre da doença.

(Reportagem de James Macharia)