Ferrari comemora o fim da 'hipocrisia' sobre jogo de equipe

domingo, 12 de dezembro de 2010 16:30 BRST
 

MILÃO (Reuters) - O chefe de equipe da Ferrari, Stefano Domenicali, recebeu bem a suspensão da proibição do jogo de equipe na Formula 1, chamando as antigas regulações de "hipocrisia inútil".

Os italianos foram multados após Felipe Massa receber ordem para abrir espaço e deixar seu companheiro de equipe Fernando Alonso vencer o Grande Prêmio da Alemanha deste ano, mas na sexta-feira a Federação Internacional de Automobilismo excluiu a regra que proibia o jogo de equipe.

A FIA reconheceu que o jogo de equipe sempre fez parte do esporte mas advertiu que a ação flagrante em início de temporada ainda pode ser punida.

"Finalmente, nós demos adeus a esta hipocrisia inútil", disse Domenicali aos repórteres.

"Para nós, a Formula 1 é um esporte de equipe e nós sempre mantivemos este ponto de vista e deve ser tratado como tal. Os regulamentos sempre incluíram disposições para evitar certas situações extremas."

Ferrari e Alonso perderam o título de pilotos para Sebastian Vettel, da Red Bull, após um erro estratégico no pit-stop na última corrida do ano, o Grande Prêmio de Abu Dhabi, no mês passado.

Domenicali prometeu voltar mais forte no ano que vem.

"Sabemos que em 2011 temos que começar imediatamente com um carro capaz de vencer, de modo que não estejamos sempre tentando nos recuperar, como aconteceu neste ano", ele afirmou, acrescentando que mudanças organizacionais foram acontecendo.

"Faremos ajustes, mas eles só serão revelados no momento certo. De um ponto de vista técnico, nós precisamos tentar não repetir os erros que ocasionalmente nos levaram a andar para trás ao invés de avançar."