Cortes não afetarão segurança dos Jogos de Londres--organização

terça-feira, 14 de dezembro de 2010 15:52 BRST
 

Por Avril Ormsby

LONDRES (Reuters) - Os organizadores da Olimpíada de 2012 em Londres afirmaram nesta terça-feira que estão certos sobre a segurança dos Jogos, apesar da perspectiva de um corte de 20 por cento no orçamento para a proteção do evento.

O ministro britânico da Segurança, Nick Herbert, afirmou que os custos de segurança dos Jogos devem cair dos 600 milhões de libras (952,2 milhões de dólares) previstos inicialmente para estimados 475 milhões de libras, "sem criar um risco adicional".

O governo de coalizão tem feito cortes na maioria dos departamentos para combater um déficit recorde do orçamento, que chega perto de 11 por cento do PIB nacional.

Paul Deighton, diretor-executivo da comitê organizador dos Jogos, afirmou que os números revisados eram o resultado de uma avaliação dos "fundamentos" do que era necessário.

"Eles estão muito concentrados no nível de risco e, como consequência, colocarão em prática o apoio da polícia e da contra-espionagem", afirmou.

"Todo o trabalho que se segue será em resposta à percepção deles sobre o nível de ameaça e o que é necessário para fazer dele uma Olimpíada segura, essa é a diretriz."

Ele disse estar certo que os riscos estavam sendo cobertos, apesar de não estar à par de todos os dados da inteligência.

Quando o ex-governo trabalhista estabeleceu a Estratégia de Segurança Olímpica, especialistas sugeriram que as medidas anti-terrorismo poderiam levar a conta para perto de 1,5 bilhão de libras.   Continuação...