Tevez quer deixar City por ausência na Liga dos Campeões,diz Kia

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010 10:30 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A não classificação do Manchester City para a Liga dos Campeões na temporada passada é o principal motivo por trás do pedido do atacante argentino Carlos Tevez para deixar o clube, de acordo com o empresário do jogador, Kia Joorabchian.

O time inglês rejeitou a solicitação de transferência feita por Tevez no domingo, e o jogador então emitiu um comunicado afirmando que seu relacionamento com alguns dirigentes do clube não tinha "chance de conserto".

"Houve um motivo pelo qual ele assinou com o clube. Ele acreditou na visão dos donos. Ele decidiu que assinaria pelo clube, ficaria um ano sem jogar a Liga dos Campeões e, então, levaria o clube a um próximo nível", disse Kia ao jornal Daily Telegraph.

"Quando ele chegou ao City, ele garantiu que aquilo era o que ele queria fazer. No fim da temporada passada, após toda confusão, Carlos ficou frustrado porque eles não se classificaram para a Liga dos Campeões. Ele achou que o clube não estava seguindo na direção que ele imaginou, e quis sair", acrescentou.

Kia negou que Tevez tenha solicitado a renovação de seu contrato, com um salário maior, durante uma reunião com a diretoria do clube em setembro. Segundo ele, o jogador ficou insatisfeito com a política de contratações da equipe.

"Em setembro, Carlos voltou a ficar desiludido", disse. "Ele achou que o que tinha sido prometido a ele não tinha sido cumprido quando a janela de transferências fechou."

Tevez, que trocou o Manchester United pelo rival City em 2009, treinou com a equipe esta semana para o jogo de quinta-feira da Liga Europa contra a Juventus, de Turim.

Kia disse que Tevez, que tem 33 gols marcados em 50 jogos pelo City e é o jogador mais bem pago do clube, vai cumprir seus compromissos com o City apesar da vontade de deixar o clube.

"Ele vai jogar se for escalado e fará 100 por cento do seu melhor. Ele sempre dá 100 por cento."

(Reportagem de Martyn Herman)