Relatora do Orçamento corta R$ 540 mi de verba adicional da Copa

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010 19:07 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - A relatora-geral do Orçamento, senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), já começou a reduzir gastos na previsão orçamentária para 2011.

Apesar de não ter recebido do governo as sugestões de cortes, Serys reduziu de 900 milhões de reais para 360 milhões de reais a verba adicional, acrescentada via emendas, para projetos relativos à Copa do Mundo de 2014.

"Serão 30 milhões de reais para cada subsede", disse a relatora, referindo-se às 12 cidades que receberão partidas do Mundial.

Essa redução não afeta os 444 milhões de reais previstos pelo governo para a Copa e que estavam no Orçamento de 2011.

O corte ocorreu dentro da margem da receita adicional de 17,7 bilhões de reais que constava na primeira estimativa de receita feita pela Comissão de Orçamento.

Com base neste primeiro cálculo, o então relator do Orçamento Gim Argello (PT-DF) havia destinado 900 milhões adicionais para a Copa.

O governo, porém, anunciou que será necessário fazer um corte de até 8 bilhões de reais nas despesas do ano que vem.

Serys espera ainda nesta quinta-feira do Ministério do Planejamento as sugestões de cortes. Com isso, pretende concluir seu relatório no início da próxima semana para que a votação aconteça dentro do prazo, até a próxima quarta-feira.

(Reportagem de Leonardo Goy)