Presidente da Inter não comenta possível demissão de Benítez

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010 11:38 BRST
 

MILÃO (Reuters) - O presidente da Inter de Milão, Massimo Moratti, não quis fazer comentários nesta segunda-feira sobre as informações da mídia que consideram como certa a demissão do técnico Rafael Benítez por seus comentários sobre jogadores da equipe.

"Prefiro não falar hoje para evitar o risco de criar problemas", disse Moratti a jornalistas.

O jornal La Gazzetta dello Sport disse nesta segunda-feira que Benítez, que está há apenas seis meses no cargo, já foi demitido apesar do título conquistado pela Inter no Mundial de Clubes da Fifa, no fim de semana.

De acordo com o jornal, o italiano Luciano Spalletti, atualmente técnico do clube russo Zenit, é o favorito para substituir o espanhol.

No domingo, Moratti classificou como "inapropriados" os comentários feitos por Benítez após a vitória da equipe no torneio realizado em Abu Dhabi.

O treinador espanhol disse após a conquista do título mundial que o clube precisava de reforços, ou que então pediria a seu agente para procurar outro emprego.

Benítez, ex-técnico do Liverpool, assumiu o time, atual campeão europeu, em junho, depois que José Mourinho foi contratado pelo Real Madrid.

Sob comando do novo técnico, a Inter não conseguiu repetir o desempenho anterior, e ocupa apenas a sexta posição no Campeonato Italiano, 13 pontos atrás do líder Milan.

(Por Mark Meadows)