Jogador de beisebol se entrega à polícia por suspeita de crime

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011 16:12 BRST
 

SANTO DOMINGO (Reuters) - O jogador do time profissional de beisebol dos Estados Unidos Baltimore Orioles, Alfredo Simon, se entregou à polícia da República Dominicana na segunda-feira, após ter sido acusado de matar um homem e deixar outro ferido por tiros disparados na celebração do Ano-Novo.

O incidente aconteceu na madrugada de sábado num parque de Luperon, 189 quilômetros a norte da capital Santo Domingo.

A polícia estava em busca de Simon, de 29 anos, para interrogá-lo sobre os acontecimentos. Um homem de 25 anos foi morto por um tiro no tórax e seu irmão de 17 anos foi atingido no braço.

De acordo com a polícia local, Simon declarou que deu tiros para o alto no Réveillon, e que não teve intenção de acertar ninguém. Mas testemunhas ouvidas pela polícia disseram que Simon esteve envolvido numa discussão antes dos disparos.

O chefe de investigação da polícia, general Hector García Cuevas, disse que Simon entregou a arma de fogo que foi utilizada nos disparos.

(Reportagem de Manuel Jimenez)