6 de Janeiro de 2011 / às 18:52 / em 7 anos

Milan libera Ronaldinho para negociar volta ao Brasil

<p>Ronaldinho Ga&uacute;cho e o Milan anunciaram que o jogador est&aacute; autorizado a negociar com clubes brasileiros para voltar a jogar no pa&iacute;s este ano. REUTERS/Bruno Domingos</p>

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Milan e Ronaldinho Gaúcho anunciaram na quinta-feira que o jogador está autorizado a negociar com clubes brasileiros para voltar a jogar no país este ano.

Apesar de o contrato entre as partes não ter sido rompido, o clube italiano autorizou Ronaldinho a retornar ao futebol brasileiro, um desejo do próprio jogador. Grêmio, Flamengo e Palmeiras são os clubes que já apresentaram propostas.

“Hoje chegamos a um acordo eu com o Milan. Estou livre para dar continuidade à minha vida aqui no Brasil”, disse Ronaldinho a jornalistas em concorrida entrevista coletiva no Rio de Janeiro, ao lado do vice-presidente do Milan, Adriano Galliani.

“Eu quero voltar para disputar os campeonatos no Brasil. Não tive a oportunidade de conquistar muitos títulos importantes no Brasil, e nesse momento da carreira eu queria voltar ao Brasil”, acrescentou o jogador, que deixou o Grêmio em 2001 com um único título do Campeonato Gaúcho (1999) no currículo.

Galliani, que está no Rio desde o fim do ano passado, disse que o Milan decidiu autorizar Ronaldinho a negociar com os clubes do Brasil atendendo a um pedido do jogador.

O dirigente acrescentou que o Milan quer receber uma quantia, não revelada, para liberar o atleta de seu contrato, que termina em junho.

“Gostaria de deixar claro que o Milan não rescindiu o contrato com Ronaldinho. Ronaldinho vai ver qual é a melhor decisão para ele e vai comunicar ao Milan. Ronaldinho e o Milan vão decidir juntos”, afirmou Galliani, que, em tom de brincadeira, declarou sua preferência por ver Ronaldinho jogando no Flamengo, que é rubro-negro como o Milan.

Ronaldinho, eleito pela Fifa em 2004 e 2005 o melhor jogador do mundo quando jogava pelo Barcelona, deixou o Grêmio em 2001 para defender o Paris St. Germain. Ele viveu o auge de sua carreira no Barcelona, e de lá se transferiu para o Milan, onde nunca conseguiu repetir o brilho dos tempos na Espanha.

Com a confirmação de que está liberado para negociar com os clubes brasileiros, o meia-atacante se torna o principal alvo das equipes do país.

O Grêmio, clube que revelou o jogador, parece ser o mais adiantado. O presidente do clube, Paulo Odone, disse na quarta-feira que esperava apenas a liberação do Milan para repatriar o jogador.

O possível retorno do meia é visto pela torcida gremista como uma oportunidade para o jogador reparar a imagem de ídolo junto ao clube.

No Palmeiras, ele trabalharia ao lado do técnico Luiz Felipe Scolari, com quem foi campeão do mundo em 2002, enquanto o Flamengo tem o atrativo de ser o clube mais popular do país e de possibilitar ao jogador morar no Rio.

O irmão e empresário de Ronaldinho, Roberto Assis, disse que uma decisão deve ser anunciada até terça ou quarta-feira.

“Todos sabem das cifras que envolvem o Ronaldo agora (mas) vamos encontrar uma solução e em breve a gente vai ter essa decisão”, disse Assis.

No Brasil, Ronaldinho também espera convencer o técnico Mano Menezes de que poderá fazer parte da seleção brasileira que vai disputar a Copa do Mundo de 2014.

“Agora começa uma etapa importante onde todo mundo visa uma Copa do Mundo, e eu gostaria de estar aqui para dar seguimento à minha carreira dentro do Brasil”, disse.

Por Pedro Fonseca

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below