Soderling enfrenta Roddick na final de Brisbane

sábado, 8 de janeiro de 2011 11:54 BRST
 

Por Nick Mulvenney

SYDNEY (Reuters) - O primeiro cabeça de chave Robin Soderling irá enfrentar o defensor do título Andy Roddick na final do torneio de Brisbane, após impedir uma reação do ex-campeão Radek Stepanek em parciais de 6-3 e 7-5 neste sábado.

O norte-americano Roddick eliminou Kevin Anderson por 6-2, 4-6 e 6-2, apesar dos 2,03 metros do adversário, em um duelo de grandes sacadores na semifinal que lhe garantiu uma vaga na disputa do troféu pelo segundo ano consecutivo.

A alemã Andrea Petkovic encara a tcheca Petra Kvitova na partida da noite deste sábado para decidir o título feminino e o cheque de 600 mil dólares da competição que serve de aquecimento para o Aberto da Austrália.

O sueco Soderling finalmente perdeu a calma esta semana, mas àquela altura Stepanek já estava um set atrás e a caminho da despedida de um torneio no qual se sagrou campeão dois anos atrás e finalista derrotado em 2010.

Soderling, visto por muitos como uma séria ameaça nos grand slams este ano, venceu o primeiro set em menos de meia hora, mas teve dificuldades no segundo, quando seu adversário chegou a quebrar seu serviço em 5-5.

Mas o número cinco do mundo soube administrar o golpe e devolveu a quebra imediatamente, não errando no game de serviço seguinte e chegando assim à 11a final de sua carreira.

"Ele é um jogador contra o qual não gosto de jogar, porque ele varia muito o jogo," disse Soderling aos repórteres. "Mas hoje consegui lidar com isso muito bem - eis por que estou realmente feliz com a partida."

"Claro que a final é a partida que se quer realmente vencer, mas mesmo se eu perder amanhã ainda acho que terei tido uma ótima semana de preparação para Melbourne   Continuação...

 
<p>O primeiro cabe&ccedil;a de chave Robin Soderling ir&aacute; enfrentar o defensor do t&iacute;tulo Andy Roddick na final do torneio de Brisbane, ap&oacute;s impedir uma rea&ccedil;&atilde;o do ex-campe&atilde;o Radek Stepanek em parciais de 6-3 e 7-5 neste s&aacute;bado. REUTERS/Daniel Munoz</p>