COI pode adiar GP da Rússia de F1 em 2014 por Jogos de Inverno

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 18:59 BRST
 

LAUSANNE (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) pode adiar o Grande Prêmio da Rússia de Fórmula 1 em 2014, caso considere que a prova atrapalhará os preparativos para a Olimpíada de Inverno do mesmo anos em Sochi, onde fica o circuito.

As autoridades municipais dizem que a pista estará pronta bem antes da Olimpíada de Inverno, marcada para 7 a 23 de fevereiro de 2014. Mas o COI disse na terça-feira que ainda tem poder jurídico para adiar a corrida -- primeiro evento da F1 na Rússia -- caso haja risco aos preparativos olímpicos.

"É bom ter um Grande Prêmio da F1 na Rússia e em Sochi", disse Gilbert Felli, diretor-executivo dos Jogos Olímpicos, após receber um relatório sobre o andamento dos preparativos para os Jogos. "Entretanto, não queremos que a instalação construída para o Grande Prêmio coloque em risco a construção ou as preparações para os Jogos".

"Quando soubemos que o GP poderia ser organizado em 2014, quisemos saber se isso seria uma questão. No contrato que eles (organizadores russos da corrida) assinaram há uma cláusula de que, se o COI decidir que não será factível, então (a corrida) pode ser remarcada para 2015".

Questionado sobre quem teria o poder para determinar o adiamento, Felli respondeu: "O COI".

Bernie Ecclestone, dirigente comercial da F1, e o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, anunciaram em outubro um acordo para realizar a corrida durante sete anos. O valor da transação foi estimado em mais de 200 milhões de dólares.

(Por Karolos Grohmann)

 
<p>Bernie Ecclestone, dirigente comercial da F1, e o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, anunciaram em outubro um acordo para realizar a corrida. 14/10/2010 REUTERS/Sergei Karpukhin</p>