15 de Janeiro de 2011 / às 16:00 / em 7 anos

Sharapova descarta mudanças antes de Melbourne Park

MELBOURNE, 15 de janeiro (Reuters) - A mudança é tão boa quanto um descanso, diz o ditado, mas a ex-número um do mundo Maria Sharapova descansou o suficiente e não está prestes a mudar.

<p>Maria Sharapova prepara saque durante sess&atilde;o de treino no parque de Melbourne. A ex-n&uacute;mero um do mundo descansou o suficiente e n&atilde;o est&aacute; prestes a mudar.13/01/2011 REUTERS/Petar Kujundzic</p>

A tenista russa passou muito tempo fora das quadras no ano passado com lesões que prejudicaram seus esforços para reconstruir seu jogo após a grave lesão no ombro que a manteve fora das quadras por nove meses entre o final de 2008 e o início de 2009.

Embora tenha subido para o 16o lugar no ranking mundial, Sharapova não conseguiu ir além da quarta rodada em nenhum dos quatro Grand Slams, o que a fez ouvir sugestões de revisão radical de seu estilo de jogar atacando no “tudo ou nada.”

Ela, no entanto, diz saber bem o que funciona e o que não funciona no seu jogo.

“Eu não vou mudar completamente meu jogo de acordo com certos adversários,” disse a jornalistas a tenista de 23 anos em Melbourne Park, neste sábado.

“Sei quais são meus pontos fortes, sei quais as minhas fraquezas e tento trabalhar nas coisas que precisam ser melhoradas.”

Com três títulos de Grand Slam, incluindo o conquistado em Melbourne em 2008, Sharapova sabe o que é preciso para vencer os maiores torneios.

Mas, desde que voltou ao circuito em maio de 2009, ela foi obrigada a reduzir suas expectativas de forma significativa.

”Eu não sabia quem eu era quando estava sem jogar e eu não sabia se algum dia voltaria,“ admitiu. ”Isso foi um desafio, apenas para tentar chegar a mim mesma e voltar a jogar novamente.

“Isso certamente fez com que eu levasse mais tempo para voltar a jogar e conseguir as reações de volta. Mas ainda assim foi bem-vindo.”

Seu desempenho pode não estar tão bom quanto ela gostaria, mas o espírito competitivo ainda está presente.

“Minhas ambições ainda são muitas,” disse ela. “Sou uma garota competitiva praticamente desde que nasci e amo o esporte.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below