Dirigente do Real Madrid nega atrito com Mourinho

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011 16:51 BRST
 

MADRI (Reuters) - O diretor-geral do Real Madrid, Jorge Valdano, desmentiu rumores da imprensa sobre atritos em sua relação com o treinador da equipe, José Mourinho.

"Não há problemas entre Mourinho e mim", disse Valdano, ex-jogador da seleção argentina, num evento do clube, quando questionado sobre relatos da quarta-feira que davam conta de que Mourinho estaria insatisfeito e pensando em deixar o clube.

"Ele é o nosso treinador, o homem que deve nos levar ao triunfo, e o time está provando ser muito competitivo com ele", declarou Valdano.

É a segunda vez em menos de um mês que o Real precisa desmentir rumores de atritos envolvendo Valdano e Mourinho.

Valdano tem um cargo poderoso, como braço-direito do presidente Florentino Perez, enquanto Mourinho é alguém que gosta de ter controle total sobre a equipe.

O português disse em entrevista coletiva no mês passado que não tem problemas pessoais com ninguém no clube, mas se queixou da falta de apoio dos dirigentes do Real às suas críticas contra árbitros.

"Posso negar que a relação pessoal (com Valdano) seja ruim", disse Mourinho na ocasião.

O treinador chegou ao Real no final da temporada passada, com um contrato de quatro anos, e já expressou frustração também com a demora do clube em trazer um substituto para o atacante Gonzalo Higuain, que passará quatro meses afastado por lesão.

"Estamos trabalhando para assinar com um atacante, e pode haver notícias definitivas sobre o assunto nesta semana", disse Valdano na quinta-feira.

(Reportagem de Iain Rogers)