Federer perde e Djokovic está na final do Aberto do Austrália

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011 13:48 BRST
 

MELBOURNE (Reuters) - O tenista sérvio Novak Djokovic derrotou o atual campeão Roger Federer por 7-6, 7-5 e 6-4 e chegou à sua segunda final de um Aberto da Austrália na quinta-feira, depois de uma partida cheia de emoção e drama.

O sérvio, que conseguiu seu único título até agora do Grand Slam em Melbourne três anos atrás, impôs a segunda derrota seguida a Federer. Ele já havia vencido o suíço numa partida de cinco sets nas semifinais do Aberto dos EUA no ano passado.

"Eu estava sentindo uma pressão enorme", disse Djokovic, numa entrevista ao lado da quadra após chegar à sua quarta final de Grand Slam.

"Foi uma das melhores partidas que disputei em algum tempo. Eu tive de arriscar. No segundo set eu estava perdendo por 5-2. Se eu tivesse perdido esse set, sabe Deus que rumo a partida tomaria."

Federer, que tentava incrementar o seu recorde de 16 títulos de Grand Slam com um quinto troféu no Aberto da Austrália, pagou caro por jogar de forma passiva num tiebreak no primeiro set, quando Djokovic fez 7-3.

Federer esteve no controle até os 5-3 no segundo set, mas depois Djokovic voltou a ter domínio completo da partida após um golpe de esquerda segurando a raquete com as duas mãos.

O herói da Sérvia na Copa Davis quebrou o serviço de Federer em 2-1 no terceiro set, mas o ex-número 1 do mundo recuperou em 4-4 com um forehand bem na linha.

Foi apenas um respiro temporário para Federer, que imediatamente cedeu seu serviço mais uma vez, e Djokovic fechou com um grande saque, que Federer conseguiu apenas jogar na rede depois de exatamente três horas de jogo.

A derrota de Federer fez com que o suíço ficasse sem nenhum dos quatro títulos de Grand Slam. Foi a primeira vez que isso aconteceu desde 2003.   Continuação...

 
<p>Novak Djokovic comemora vit&oacute;ria contra Roger Federer nas semifinais do Aberto da Austr&aacute;lia. O s&eacute;rvio derrotou o atual campe&atilde;o por 7-6, 7-5 e 6-4 e chegou &agrave; sua segunda final de torneio na quinta-feira. 27/01/2011 REUTERS/Petar Kujundzic</p>