14 de Fevereiro de 2011 / às 17:48 / 7 anos atrás

"Perdi para o meu corpo", diz Ronaldo

<p>Foto de arquivo do atacante Ronaldo deixando o campo de maca ap&oacute;s sofrer grave contus&atilde;o no joelho em partida da Inter de Mil&atilde;o, em abril de 2000. REUTERS/Paolo Cocco/Arquivo</p>

Por Tatiana Ramil

SÃO PAULO (Reuters) - Acostumado às conquistas, Ronaldo admitiu nesta segunda-feira que foi derrotado pelo próprio corpo. O atacante disse que as dores, até para subir escadas, o fizeram antecipar o fim da carreira e revelou que sofre de hipotireoidismo.

“Tenho que assumir algumas derrotas, e eu perdi para o meu corpo”, afirmou o atacante, de 34 anos, numa concorrida entrevista coletiva no centro de treinamento do Corinthians para oficializar o fim de sua carreira.

Ronaldo pretendia se aposentar no final de 2011, quando termina o seu contrato com o Corinthians, mas as limitações físicas levaram o jogador a anunciar o encerramento de uma carreira marcada por títulos e contusões.

“Todo mundo sabe do meu histórico de lesões, tenho tido nos últimos dois anos uma sequência muito grande de lesões, que vão de um lado para o outro... e essas dores me fizeram antecipar o final da minha carreira”, disse ele, que estava acompanhado de dois de seus quatro filhos e se emocionou ao falar de sua relação com o Corinthians.

“Sinto dor em subir uma escada”, completou o maior artilheiro de todas as Copas do Mundo, com 15 gols.

Ronaldo chegou ao Corinthians em dezembro de 2008 e logo no primeiro semestre do ano seguinte ajudou o clube a conquistar os títulos do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil.

A partir daí, teve uma série de problemas fisicos, desfalcando o time em diversos jogos de 2009 e principalmente em 2010, quando ele pouco atuou.

“O ano de 2010 foi péssimo, de muitas lesões, e este ano começou assim também. Sua cabeça pensa em driblar os zagueiros e você não consegue. Isso me motivou (a parar)”, afirmou Ronaldo, explicando que mentaliza uma jogada, porém não consegue executá-la.

Outro empecilho nos últimos anos foi o peso. Ao jogar visivelmente fora de forma, era alvo frequentemente de piadas. Ele explicou que não conseguia emagrecer por sofrer de um distúrbio no metabolismo.

“Há quatro anos no Milan eu descobri que sofria de um distúrbio que se chama hipotireoidismo, que desacelera o seu metabolismo, e para controlar eu teria que tomar hormônios que no futebol não são permitidos por conta do antidoping”, afirmou.

“Muitos devem estar arrependidos de terem feito chacota com meu peso. Só queria explicar isso no último dia da minha carreira.”

Durante seus 18 anos como jogador de futebol profissional, Ronaldo foi atrapalhado por diversas contusões. Uma segunda grave lesão de joelho em 2000, quando atuava pela Inter de Milão e já tinha sido eleito duas vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa, chocou o mundo e o deixou por quase dois anos afastado dos gramados.

Ele voltou justamente no Mundial de 2002, quando foi artilheiro e escolhido pela terceira vez o melhor do mundo.

“Fiz todos os sacrifícios e não me arrependo. Minha decisão sempre foi voltada ao coração. Meu amor pelo futebol me fez superar obstáculos gigantes. Foi difícil, mas foi lindo demais”, disse ele, que sofreu outra lesão séria no joelho quando atuava pelo Milan, em 2008.

O atacante disse que os dois piores momentos de sua carreira foram as duas lesões gravíssimas, “que me tiraram três anos e meio, quatro, de carreira, sem contar as sequelas que deixaram.”

Para ele, os jogadores de futebol sofrem com muitos problemas físicos porque os campeonatos têm partidas demais. “A gente está sempre buscando nosso limite, e isso não é saudável”, afirmou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below