Técnico da Roma não se demite apesar de protestos

sábado, 19 de fevereiro de 2011 15:37 BRST
 

ROMA (Reuters) - O técnico da AS Roma, Claudio Ranieri, se manteve firme neste sábado e ignorou os pedidos de 200 torcedores que foram ao centro de treinamento da equipe pedir pela demissão do treinador, jogando fogos de artifício no portão de entrada do local.

A Roma perdeu em casa, por 3 x 2, contra o Shakhtar Donetsk pela segunda fase da Copa dos Campeões e tem campanha decepcionante no Campeonato Italiano, apenas em oitavo antes da partida de domingo contra o Gênoa.

"Eu não vou abandonar o barco", disse Ranieri em coletiva de imprensa.

O time, que passa por problemas financeiros, está discutindo a sua venda com exclusividade com o consórcio norte-americano Di Benedetto e reportagens na imprensa apontam que os novos donos podem trocar de treinador - que levou o time ao vice-campeonato italiano na temporada passada.

A polícia precisou ser chamada para conter os torcedores no sábado.