FIA espera Barein para decidir sobre etapa da Fórmula 1

domingo, 20 de fevereiro de 2011 10:40 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O príncipe herdeiro do Barein vai decidir se a etapa no país do Grande Prêmio de Fórmula 1 poderá acontecer no próximo mês, afirmou neste domingo o chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone.

O príncipe Sheikh Salman bin Hamad al-Khalifa, que também é vice-comandante supremo das Forças Armadas do Barein, está liderando um diálogo nacional, depois de dias de agitação no reinado que deixaram seis mortos.

"Ele vai decidir se é seguro para nós estarmos lá", disse Ecclestone à BBC. "Eu não tenho ideia alguma. Não estou lá, então não sei."

"Não vamos aconselhar as pessoas a irem, a menos que seja seguro", acrescentou o britânico de 80 anos.

Ecclestone afirmou que a decisão sobre a corrida do dia 13 de março poderia ser tomada na terça-feira. O Grande Prêmio também pode ser adiado para uma data posterior em vez de ser cancelado.

O presidente da equipe Red Bull, Christian Horner, cuja escuderia é campeã mundial, disse na sexta-feira que as equipes confiam que Ecclestone tomará a decisão certa.

"Seria uma grande vergonha perder a corrida, mas essa não é uma decisão das equipes, é responsabilidade de quem está promovendo a corrida. Bernie e a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) terão muito mais informações do que nós e vamos confiar em suas decisões", disse Horner.

As 12 equipes devem realizar quatro dias de testes no autódromo do Barein a partir de 3 de março, o que torna indispensável uma decisão rápida.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
<p>O pr&iacute;ncipe herdeiro do Barein vai decidir se a etapa no pa&iacute;s do Grande Pr&ecirc;mio de F&oacute;rmula 1 poder&aacute; acontecer no pr&oacute;ximo m&ecirc;s, afirmou neste domingo o chefe da F&oacute;rmula 1, Bernie Ecclestone. REUTERS/Tim Chong (SINGAPORE SPORT MOTOR RACING)</p>