Gattuso é aconselhado a não viajar para jogo contra o Tottenham

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 11:52 BRT
 

Por Antonella Ciancio

MILÃO (Reuters) - O meio-campista do AC Milan Gennaro Gattuso, atualmente suspenso, foi aconselhado a não viajar a Londres no próximo mês para o jogo de volta das oitavas-de-final da Liga dos Campeões contra o Tottenham Hotspur, depois de ter agredido o assistente técnico do time inglês, Joe Jordan.

"Eu queria assistir à partida de volta, mas fui aconselhado a não ir porque haveria 37 mil torcedores em Londres e eu provavelmente teria de voltar para Milão com uma cara inchada. Eu levaria 37 mil tapas!", disse ele no programa humorístico "Le Iene" (As Hienas), da TV italiana Mediaset. A entrevista será exibida na noite desta quarta-feira.

Gattuso recebeu uma suspensão de quatro jogos da Uefa, órgão que comanda o futebol europeu, depois de agredir Jordan durante o jogo da semana passada. Gattuso agarrou Jordan pela garganta e o empurrou na linha lateral durante o jogo. Depois deu uma cabeçada no ex-atacante da Escócia, após o apito final.

O esquentado ex-meia da Itália já havia sido suspenso do jogo de volta depois de marcar uma falta contra Steven Pienaar, na derrota do Milan por 1 x 0 contra o San Siro.

"Eu me fiz de idiota...mas o respeito é importante para mim. Eles me suspenderam por cinco jogos, por que não um mês na prisão então!" acrescentou de brincadeira Gattuso, que se desculpou.

O porta-voz do Milan confirmou que o jogador, de 33 anos, apelidado de Rino, não participará do jogo no dia 9 de março no White Hart Lane.

 
<p>Gennaro Gattuso do Milan (dir) discute com assitente t&eacute;cnico do Tottenham Hotspur, Joe Jordan. Gattuso, atualmente suspenso, foi aconselhado a n&atilde;o viajar a Londres no pr&oacute;ximo m&ecirc;s para o jogo de volta das oitavas-de-final da Liga dos Campe&otilde;es contra o Tottenham Hotspur, depois de ter agredido Jordan. 15/02/2011 REUTERS/Stefano Rellandini/Arquivo</p>