Fifa mantém número de vagas por continente para Copa-2014

quinta-feira, 3 de março de 2011 16:18 BRT
 

Por Brian Homewood

ZURIQUE (Reuters) - A Fifa decidiu nesta quinta-feira manter o mesmo número de vagas para cada continente na Copa do Mundo de 2014 no Brasil, frustrando a expectativa da Concacaf de obter um lugar a mais para América do Norte, Central e Caribe na competição

A Concacaf queria aumentar sua participação para quatro vagas, mas terá de se contentar com 3,5 depois que o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, disse que as vagas serão distribuídas exatamente da mesma forma como em 2006 e 2010.

A única diferença na distribuição dos 32 times da Copa do Mundo de 2014 poderá ser a ocorrência de seis representantes da América do Sul, já que o Brasil está classificado automaticamente como anfitrião.

A Europa manterá seus 13 lugares -- considerados excessivos por alguns observadores -- enquanto a África terá cinco, a Ásia 4,5, a Concacaf 3,5 e a Oceania O,5. Os sul-americanos terão 4,5 lugares, sem incluir o Brasil. Uma "meia vaga" significa um lugar na repescagem contra um time de outra confederação.

O presidente da Concacaf, Jack Warner, pressionava por quatro vagas plenas para a sua região, enquanto os sul-americanos se preocupavam em manter seus 4,5 lugares apesar da classificação direta do Brasil.

Uma mudança nas eliminatórias será um sorteio para decidir quem jogará com quem nas repescagens, em vez de isso ser estabelecido de antemão.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse que a mudança foi feita para satisfazer a Concacaf, depois de a Costa Rica ter enfrentado o Uruguai nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010 na África do Sul.

"A Concacaf não ficou tão feliz, mas eles têm de admitir que a grande maioria do comitê executivo queria manter a distribuição que tivemos desde 2006", disse Blatter a jornalistas.

"Como a Concacaf não estava tão disposta a jogar outra repescagem com a América do Sul, ficou decidido que haverá um sorteio para a disputa."