Ecclestone descarta GP da F1 no verão do Barein

quinta-feira, 3 de março de 2011 18:48 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O Grande Prêmio do Barein poderia ser reprogramado para o final da temporada deste ano da Fórmula 1, alterando a data do GP do Brasil, já que o dirigente Bernie Ecclestone descartou na quinta-feira a possibilidade de fazer a corrida em agosto no Oriente Médio.

"Agosto - esqueçam. Quente demais. Quente demais para que o público ficar sentado na arquibancada, faz uns 40 graus (Celsius", disse o britânico de 80 anos à BBC.

O circuito de Sakhir, no Barein, deveria abrir a temporada de 2011 da F1 em 13 de março, mas a corrida foi cancelada devido aos distúrbios políticos nas ruas do pequeno reino árabe. A temporada agora vai começar na Austrália em 27 de março.

Ecclestone disse no início da semana que pretendia remarcar a corrida, e que uma data no verão boreal não estava descartada - embora essa seja uma época de férias na categoria, num ano sobrecarregado por um recorde de até 20 corridas.

Na quinta-feira, Ecclestone sugeriu que o mais provável é que o Barein seja encaixado no final da temporada.

"Vamos ver o que podemos fazer, como podemos trocar as coisas. Talvez possamos trocar com o Brasil ou algo assim", disse ele.

O GP de Interlagos, em São Paulo, está programado para encerrar a temporada em 27 de novembro, depois de uma corrida em Abu Dhabi.

Ecclestone espera que uma decisão seja tomada na próxima semana, antes de uma reunião do Conselho Mundial de Automobilismo, ligado à Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

O britânico disse que é importante realizar a corrida do Barein. "As pessoas de lá são grandes apoiadores nossos (...), e se eles querem fazer a corrida nós queremos ser capazes de oferecer isso a eles. Se houver paz no Barein, nós estaremos lá", acrescentou.

(Reportagem de Alan Baldwin)