5 de Março de 2011 / às 16:34 / em 7 anos

Kaká entra na longa lista de lesionados do Real Madrid

<p>Kak&aacute; reage ap&oacute;s derrota da sele&ccedil;&atilde;o brasileira contra a Holanda nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, na &Aacute;frica do Sul. O meia brasileiro ficou de fora do elenco do Real Madrid que enfrentar&aacute; o Racing Santander no domingo, por conta de uma les&atilde;o. 02/07/2010 REUTERS/Paulo Whitaker</p>

MADRI (Reuters) - A série de más notícias sobre lesões no Real Madrid aumentou no sábado, quando o meia brasileiro Kaká foi tirado do elenco que enfrentará o Racing Santander no domingo por causa de um problema muscular na coxa.

Kaká, que precisou passar por uma cirurgia após a Copa do Mundo de 2010 e perdeu a primeira metade da temporada, não pôde treinar no sábado e se juntou a Cristiano Ronaldo, Sami Khedira, Fernando Gago, Álvaro Arbeloa, Ezequiel Garay e Gonzalo Higuaín na lista do departamento médico.

O treinador José Mourinho disse em entrevista coletiva no sábado que era melhor que Kaká, que tem lutado para recuperar a forma que o fez ser eleito o Melhor Jogador do Mundo em 2007, se recuperasse totalmente antes de jogar de novo.

“Ele está limitado em seus movimentos, agilidade e condição no gramado, e ele não fica feliz quando não se sente em plena forma”, disse o português.

“O departamento médico decidiu que seria melhor ele retornar somente quando se sentir absolutamente bem e eu prefiro que seja desta forma. Não é positivo para o time nem para o jogador se ele não se sentir 100 por cento.”

O Real pode entrar em campo 10 pontos abaixo do líder Barcelona se o time catalão vencer o Zaragoza no estádio Nou Camp, no sábado.

O Barça pode ter o goleiro Victor Valdes de volta após lesão, embora o treinador Pep Guardiola não possa comparecer à partida por conta de uma hérnia de disco que o fez ir para o hospital nesta semana.

PUYOL FORA

O capitão Carles Puyol não treinou no sábado e continua sua recuperação de contusão, disse o clube em seu site oficial (www.fcbarcelona.cat).

Mourinho disse que o Real não poderia ser o mesmo time sem o artilheiro do campeonato espanhol Cristiano Ronaldo, que está empatado em 27 gols com Lionel Messi do Barcelona, mas notou que há outros jogadores no elenco capazes de substituí-lo.

Ronaldo estará fora por 10 ou 15 dias após lesionar um músculo da perna na goleada de quinta-feira por 7 x 0 sobre o Málaga.

“Ele (Ronaldo) é um jogador muito importante para que eu diga que não sentiremos sua falta ou que o time será eficaz sem ele. Mas nós temos bons jogadores no elenco. Temos outros jogadores que estão motivados a dar o seu melhor”, afirmou.

“O fato de Cristiano Ronaldo não jogar não altera nossas ambições ou objetivos. Será difícil, mais difícil sem Cristiano Ronaldo, mas estamos confiantes que podemos chegar ao objetivo”, acrescentou.

Higuaín é o segundo maior artilheiro do Real no campeonato espanhol com sete gols, apesar de não jogar desde o ano passado.

Reportagem de Iain Rogers

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below