8 de Março de 2011 / às 16:37 / 7 anos atrás

Amor pelo dinheiro está colocando futebol em risco, diz Pelé

<p>Pel&eacute; segura lembran&ccedil;a de sua visita a Hong Kong, onde promoveu a reformula&ccedil;&atilde;o do New York Cosmos, time em que jogou na d&eacute;cada de 1970. 08/03/2011 REUTERS/Tyrone Siu</p>

CINGAPURA (Reuters) - Pelé afirmou nesta terça-feira que acredita que altos salários e jogadores gananciosos são um perigo para o futebol.

O ex-jogador fez o comentário durante entrevista coletiva realizada em Hong Kong para promover a reformulação do New York Cosmos, onde ele jogou na década de 1970.

Pelé afirmou que a lealdade dos jogadores atualmente está onde está o dinheiro.

“Eles vão para o Real Madrid, ou para o Santos ou para o Manchester (...) Eles são apresentados com a camisa do time e dizem ‘Eu amo o Manchester’”, disse.

“Amanhã, eles vão para o Madrid e dizem ‘Eu amo o Madrid’. Eles amam quem paga um pouco mais. Isso é um perigo para o futebol.”

Pelé, 70, foi nomeado como melhor jogador do século 20, junto com o argentino Diego Maradona, pela Fifa em 2000.

Por John Mehaffey

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below