Platini é reeleito como presidente da Uefa

terça-feira, 22 de março de 2011 13:11 BRT
 

Por Brian Homewood

PARIS (Reuters) - O presidente da Uefa, Michel Platini, foi reeleito sem oposição para um segundo mandato de quatro anos nesta terça-feira, prometendo continuar seus esforços para controlar os gastos dos clubes e combater os resultados combinados em jogos e a violência da torcida.

O ex-capitão da seleção francesa, em discurso realizado na manhã de terça-feira, também prometeu manter as portas da Liga dos Campeões abertas para os clubes das 53 associações menores da Europa.

O francês, que preside a entidade que comanda do futebol europeu desde 2007, foi aplaudido de pé depois de ser eleito no Congresso da Uefa.

O ex-jogador de Nancy, St Etienne e Juventus, de 55 anos, foi o único candidato a se inscrever antes do prazo de 16 de dezembro, e estava visivelmente comovido pela recepção.

"Achei que eu era velho demais para ficar tão emocionado", disse ele. "Obrigado do fundo do meu coração por toda a confiança em mim."

Platini prometeu implementar uma política de "jogo financeiro justo", com o objetivo de obrigar os clubes a trabalharem com os meios que têm disponíveis.

"Existe uma quantidade enorme de dinheiro no futebol, mas mais importante, existe um problema moral na forma em que o dinheiro às vezes é gerado e usado."

Karl-Heinz Rummenigge, presidente da Associação Europeia de Clubes, que representa 197 dos maiores clubes da região, parabenizou a reeleição de seu ex-adversário.