March 23, 2011 / 2:07 PM / 6 years ago

Espera chega ao fim para Vettel e a Fórmula 1

4 Min, DE LEITURA

<p>Sebastian Vettel da Alemanha, em fazenda perto de Melbourne. A F&oacute;rmula 1, no Grande Pr&ecirc;mio da Austr&aacute;lia, que vai acontecer no domingo dia 27, ser&aacute; a primeira corrida da temporada, ap&oacute;s o evento ter sido cancelado no Bahrein devido aos conflitos pol&iacute;ticos. 23/03/2011Mick Tsikas</p>

Por Nick Mulvenney

SYDNEY (Reuters) - Sebastian Vettel está roendo as unhas para dar início à defesa de seu título de Fórmula 1 no Grande Prêmio da Austrália deste domingo, após um adiamento de duas semanas do começo da temporada que frustrou pilotos e torcedores igualmente.

O circuito de Melbourne voltou a ser a corrida de abertura do ano da categoria depois que os tumultos no Barein forçaram o cancelamento da prova do dia 13 de março.

Vettel inicia a semana como favorito. A Red Bull foi bem nos testes da pré-temporada, mas com quatro ex-campeões no grid, o alemão de 23 anos sabe que seu êxito em 2010 não significará nada quando der a largada no domingo.

"É bom olhar para o ano passado e o que conquistamos, mas estamos todos ansiosos e concentrados no novo carro e na nova temporada agora", disse Vettel em um comunicado da equipe.

"Tudo começa do zero de novo, estamos empolgados, testamos o suficiente e queremos correr."

Fernando Alonso, campeão em 2005 e 2006 e vice no ano passado, deve representar o maior desafio entre os ex-campeões, já que a nova Ferrari pareceu rápida e confiável nos testes.

"No geral, acho que vamos chegar em Melbourne cem por cento preparados, mas se isso será o bastante para vencer, não saberemos até estarmos lá", disse o espanhol, companheiro de equipe do brasileiro Felipe Massa, ao site da escuderia italiana. (www.ferrari.com)

"Estou confiante, como estava no ano passado no início da temporada. Estamos em boa forma, mesmo sabendo que não estaremos sozinhos na pista."

Alonso despertou desdém ao apontar o heptacampeão Michael Schumacher como sério concorrente em 2011, mas uma demonstração impressionante do alemão e de seu colega de equipe e compatriota Nico Rosberg durante os testes confirmou suas declarações.

Schumacher, agora com 42 anos, fez uma temporada frustrante em seu retorno ao circuito depois de três anos de aposentadoria, mas salta aos olhos que ele desfruta a vida no esporte e a chance de voltar com tudo em Melbourne, onde venceu quatro vezes.

"É o clima que torna (o circuito de) Albert Park tão especial, e quando você vê os torcedores se divertindo isso mostra o quão emocionante este esporte é... estamos bem preparados", disse Schumacher, que estreou na Fórmula 1 vinte anos atrás.

Os britânicos Lewis Hamilton e Jenson Button, campeões em 2008 e respectivamente, parecem diante de uma dura tarefa para representar uma ameaça séria à poderosa e tradicional McLaren nesta abertura de temporada.

"Não pode esconder o fato de que os testes foram mais difíceis do que esperado," disse Hamilton. "Não testamos tanto quando nossos adversários, nem alcançamos o ritmo de seus carros mais rápidos... a sensação foi de um longo inverno."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below