Zenit investiga ofensa racista contra Roberto Carlos

quarta-feira, 23 de março de 2011 11:55 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - O Zenit São Petersburgo vai investigar um incidente racista envolvendo o jogador brasileiro Roberto Carlos ocorrido antes da partida contra o Anzhi Makhachkala, na primeira rodada do Campeonato Russo, informou o clube nesta quarta-feira.

Jornais locais mostraram uma foto de um torcedor do Zenit oferecendo uma banana ao capitão do Anzhi Roberto Carlos, no estádio Petrovsky de São Petersburgo, antes do jogo de segunda-feira vencido pelo Zenit por 2 x 0.

"Em relação à foto publicada de um homem fazendo um gesto antiético para o capitão do Anzhi, Roberto Carlos, o Zenit afirma oficialmente que o clube e a polícia vão investigar essa questão", disse o Zenit em seu site.

Roberto Carlos minimizou o incidente.

"Eu não me ofendi", disse o brasileiro, que foi contratado pelo Anzhi do Corinthians no mês passado, à mídia russa. "Em 37 anos eu já vi de tudo, então não fico triste com uma banana."

A federação russa também afirmou que vai investigar o caso.

Se for considerado culpado, o Zenit pode ser multado e obrigado a jogar partidas sem público, ou perder pontos.

Esse foi o mais recente caso de racismo no futebol russo nos últimos anos. O atacante nigeriano Peter Odemwingie, que deixou o Lokomotiv Moscow para defender o inglês West Bromwich Albion no ano passado, foi alvo de uma ofensa parecida de torcedores russos.

A Rússia vai receber a Copa do Mundo de 2018.

(Reportagem de Gennady Fyodorov)

 
<p>Roberto Carlos, do Anzhi Makhachkala, durante aquecimento antes de jogo contra o Zenit para o Campeonato Russo. 01/03/2011 REUTERS/S.Dal</p>