Interpol diz que desmontou ação para ataque a Copa de críquete

quinta-feira, 24 de março de 2011 12:33 BRT
 

ISLAMABAD (Reuters) - A Interpol afirmou nesta quinta-feira que frustrou uma tentativa de ataque durante a Copa do Mundo de críquete que acontece atualmente no sul da Ásia.

"Na semana passada, através de cooperação com Paquistão, Sri Lanka e Maldivas, nós pudemos identificar, localizar e prender um terrorista", disse a repórteres em Islamabad o chefe da agência de polícia internacional, Ronald K. Noble, ao lado do ministro do Interior paquistanês, Rehman Malik.

Segundo ele, o homem com "intenções criminais", que não foi identificado, foi preso durante trajeto da cidade portuária de Karachi para Maldivas.

A Índia emitiu este mês um alerta sobre possíveis ataques no popular torneio que será disputado até 2 de abril em Índia, Sri Lanka e Bangladesh.

Em 2009, homens armados atacaram a seleção de críquete do Sri Lanka na cidade paquistanesa de Lahore, acabando com uma imagem de que o esporte teria certa imunidade diante de militantes na região.

Oito paquistaneses morreram e oito jogadores de Sri Lanka ficaram feridos naquele ataque.

Desde então, o Paquistão, um dos quatro países anfitriões originais da Copa do Mundo deste ano, não realizou mais nenhuma partida internacional de críquete.

(Reportagem de Zeeshan Haider)