25 de Março de 2011 / às 13:23 / 6 anos atrás

McLaren dita o ritmo em treino livre na Austrália

<p>Jenson Button, da McLaren, durante a segunda sess&atilde;o de treino para o Grande Pr&ecirc;mio da Austr&aacute;lia no circuito Albert Park, em Melbourne. 25/03/2011Mark Horsburgh</p>

Por Nick Mulvenney

MELBOURNE (Reuters) - As McLarens de Jenson Button e Lewis Hamilton deixaram para trás o sofrimento dos testes de pré-temporada e fizeram, nesta sexta-feira, os melhores tempos no primeiro dia de treinos livres para o Grande Prêmio da Austrália, que inaugura a temporada.

Esperava-se que a dupla de britânicos e ex-campeões do mundo, que alternadamente venceu a corrida de Melbourne nos últimos três anos, tivesse dificuldades por conta dos problemas de resistência do carro que assolaram os testes da pré-temporada e forçaram mudanças esta semana.

Button cravou o melhor tempo do dia com 1min25s854 na segunda das duas baterias do treino livre, com Hamilton 0s132 atrás, tirando Ferrari e Red Bull do topo da lista de cronometragem.

"Ainda há muito a fazer para o final de semana", disse Button a repórteres. "Temos um carro muito melhor, com um equilíbrio muito melhor, e realmente acho que podemos crescer a partir disso, o que é positivo."

"Aconteça o que acontecer neste fim de semana, deveríamos estar muito felizes com o passo adiante que demos."

O espanhol Fernando Alonso, vice-campeão no ano passado, fez o terceiro tempo para a Ferrari com 1min26s001, empurrando o campeão Sebastian Vettel para a quarta posição com uma volta de 1min26s014 em sua Red Bull.

"Acho que temos uma boa ideia de onde estamos comparados com nossos adversários", disse o alemão Vettel. "No todo, acho que podemos ficar satisfeitos, parece que não estamos nada mal."

Mark Webber, companheiro de equipe de Vettel que espera se tornar o primeiro australiano a vencer uma corrida em casa no domingo, fez a quinta melhor volta, na frente da Mercedes do heptacampeão Michael Schumacher.

"Temos trabalho pela frente, os caras estavam velozes", disse Weber, que liderou os tempos na primeira sessão. "A McLaren pareceu rápida, mas com a Ferrari nunca dá pra arriscar, já que sempre colocam um pouco mais de combustível na sexta-feira."

Alonso disse que o dia serviu para mostrar que há várias equipes que podem vencer a prova de domingo, tornando o treino classificatório de sábado ainda mais importante.

"Nada de novo por hora, e o que se poderia esperar?", comentou o bicampeão mundial. "Estas duas baterias de treino livre ainda não revelaram os pontos fortes relativos dos times."

"Hoje de manhã a Red Bull foi bem e de tarde foi a vez da McLaren, conosco e a Mercedes sempre no meio..."

Após um atraso de duas semanas causado pelo adiamento do GP do Barein por conta dos tumultos no reino do Golfo Pérsico, as 12 escuderias finalmente iniciaram os preparativos da temporada sob os céus encobertos do circuito de Albert Park.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below