Chileno Figueroa avalia candidatura à presidência da Fifa

sexta-feira, 25 de março de 2011 20:39 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - O ex-jogador chileno Elías Figueroa, três vezes eleito o melhor jogador da América, afirmou na sexta-feira que avalia ser candidato à presidência da Fifa como alternativa ao atual comandante da entidade, o suíço Joseph Blatter.

O ex-zagueiro chileno, que atuou pelo Internacional de Porto Alegre, disse que a opção surgiu após o pedido de um grupo denominado Fifa Change, que busca uma mudança na entidade nas eleições de 1o de junho.

"Isto surgiu com um grupo da Inglaterra e de outros lugares da Europa que queriam apresentar alguém como candidato à Fifa e estavam me chamando para integrar um comitê, que depois determinou que eu era a pessoa mais idônea como candidato", disse Figueroa à Reuters.

"Na realidade eu não queria que se soubesse, mas a notícia surgiu. Segunda ou terça-feira vou dar uma resposta, e se aceitar, vou revelar quem são os que me apoiam", acrescentou.

Figueroa, que como jogador brilhou também no Peñarol, disse que o grupo que o apoia havia conseguido patrocínio de uma federação afiliada à Fifa para validar sua candidatura, assim como o apoio econômico para tentar eleger-se.

O ex-defensor chileno, que disputou três Copas do Mundo, reconheceu que caso aceite a proposta, terá uma tarefa complicada.

"Se aceitar, sei que enfrentarei um cenário bastante difícil, mas nada é impossível", afirmou Figueroa, que entre 1974 e 1976 foi eleito o melhor jogador da América.

Blatter tem dito que buscará a reeleição para os próximos quatro anos e, caso vença, optaria por deixar o cargo em 2015.

O dirigente suíço deverá enfrentar na eleição Mohamed Bin Hammam, presidente da Confederação Asiática de Futebol, que decidiu postular-se ao cargo.

Blatter assumiu como presidente da Fifa em junho de 1998, substituindo o brasileiro João Havelange, que permaneceu 24 anos no comando da entidade.

(Reportagem de Claudio Cerda)