March 27, 2011 / 3:31 PM / 6 years ago

EUA sobrevivem a aula de Messi e empatam com Argentina

3 Min, DE LEITURA

<p>O adolescente norte-americano Juan Agudelo aproveitou um raro erro defensivo da Argentina e deu aos Estados Unidos um empate de 1 x 1 no amistoso de s&aacute;bado em casa.Gary Hershorn</p>

Por Julian Linden

EAST RUTHERFORD, Nova Jersey (Reuters) - O adolescente norte-americano Juan Agudelo aproveitou um raro erro defensivo da Argentina e deu aos Estados Unidos um empate de 1 x 1 no amistoso de sábado em casa.

A Argentina dominou a partida do início ao fim, e Lionel Messi provocou e atormentou os adversários com toda sua gama de truques, mas seu time só converteu em uma das inúmeras oportunidades.

O gol veio no final do primeiro tempo, quando Messi chutou a bola entre as pernas do capitão dos EUA, Carlos Bocanegra, e Esteban Cambiasso balançou a rede capitalizando o rebote na entrada da área.

Apesar de fortemente marcado, Messi ameaçou ampliar a vantagem de sua seleção em várias ocasiões, mas os norte-americanos se viraram bem na defesa e conseguiram um empate aos 14 minutos da segunda etapa na contramão da tendência do jogo.

"Acho que fizemos um ótimo primeiro tempo. Em alguns momentos fomos brilhantes," declarou Sergio Batista, técnico da Argentina, por meio de um tradutor na coletiva de imprensa.

"Acho que o futebol que queremos ver estava lá... mas não terminamos bem."

Um lapso de concentração bastou para os EUA encostarem no placar diante de uma plateia entusiasmada de 79 mil pessoas, atiçada pela presença de Messi.

Manha

Carlos Bocanegra cabeceou uma cobrança de falta de Landon Donovan bem na frente do goleiro argentino Mariano Andujar, que desviou a bola para os pés de Agudelo. O jogador de 18 anos, que entrou como reserva no segundo tempo, reagiu primeiro, chutando a gol e marcando seu segundo gol em somente três aparições internacionais.

"Ele tem essa manha de aparecer no lugar certo para marcar gols," disse Bob Bradley, treinador dos EUA.

Bradley admitiu que seu time foi dominado pela Argentina, que controlou a bola por longos períodos, deixando a equipe da casa lutando para aproveitar sobras de posse de bola.

"Saímos com um bom resultado contra um time muito bom," afirmou Bradley. "Entendemos que o primeiro tempo não foi como queríamos, mas fiquei satisfeito com a maneira como reagimos."

Para as duas seleções, a partida foi a primeira de duas que disputarão em três dias como preparo para seus respectivos campeonatos continentais, que sediarão mais adiante em 2011.

Os Estados Unidos, anfitriões da Copa de Ouro da CONCACAF em junho, enfrentam o Paraguai em Nashville na terça-feira, enquanto os argentinos viajarão para a Costa Rica como parte de seu aquecimento para a Copa América em julho.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below