Comitê britânico pede intervenção em disputa sobre Jogos de 2012

segunda-feira, 28 de março de 2011 16:14 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Associação Olímpica Britânica (BOA, na sigla em inglês) pediu ao governo que ajude a resolver a desavença com o comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Londres, disse um dirigente na sexta-feira.

As duas partes travam uma disputa com relação à divisão de receitas dos Jogos entre o comitê olímpico e os organizadores da Olimpíada e da Paraolimpíada de 2012.

Apesar de o Comitê Olímpico Internacional (COI) ter declarado apoio aos organizadores, a BOA levou a disputa à Corte Arbitral do Esporte (CAS).

A discórdia ameaça prejudicar a imagem da BOA uma semana antes de uma visita do COI a Londres para um Congresso, mas o presidente da associação, Colin Moynihan, disse na segunda-feira que houve avanços nas discussões.

"Pelo interesse dos atletas olímpicos e o legado esportivo olímpico para este país, posso informar que houve um grande progresso no fim de semana", afirmou Moynihan a jornalistas.

"A nosso pedido, o governo aceitou fazer uma reunião para discutir uma solução amigável à atual disputa contratual", acrescentou.

A reunião será realizada na terça-feira com o ministro dos Esportes, Hugh Robinson, segundo Moynihan.

Na sexta-feira, Moynihan e o presidente-executivo da BOA, Andy Hunt, foram proibidos de entrar nas reuniões da junta diretora do comitê organizador em consequência do conflito.

(Por Mitch Phillips)