Real tem derrota surpreendente por 1-0 em casa contra o Gi

sábado, 2 de abril de 2011 16:41 BRT
 

Por Iain Rogers

MADRI (Reuters) - A tentativa do Real Madri de tirar o título do Campeonato Espanhol das mãos do Barcelona, que ganhou os dois últimos campeonatos, sofreu um grande revés neste sábado. A equipe, que enfrenta lesões de vários jogadores, perdeu em casa por 1 x 0 contra o Sporting Gijon.

A derrota surpreendeu a todos no Santiago Bernabeu e coloca dúvidas sobre o desempenho do Real a três dias da partida contra o Tottenham Hotspur pela Copa dos Campeões da Europa.

O resultado também acabou com o recorde de 14 vitórias em casa da equipe nesta temporada e acabou com a invencibilidade de nove anos de Jose Mourinho em partidas em casa nos vários campeonatos nacionais que disputou.

Com isso, o Barça tem uma chance de aumentar a sua vantagem se vencer o Villarreal em jogo ainda neste sábado para oito pontos com oito partidas a serem disputadas. "A matemática diz que o campeonato não está perdido, mas se a vantagem sobe de cinco para oito pontos nós podemos dizer que é quase impossível", disse Mourinho na coletiva de imprensa. "A sorte faz parte do futebol e o nosso adversário (Gijon) teve muita e nós não tivemos nada."

Quando questionado se a derrota significa o fim das esperanças de alcançar o Barça, o lateral da seleção espanhola e do Real Sergio Ramos disse: "Sendo realista? Sim, já que há poucos pontos em disputa. Não se pode culpar o time, já que a bola simplesmente não entrou. É triste perder tendo tantas chances."

SEM TRÊS JOGADORES

Cristiano Ronaldo, um dos artilheiros do Campeonato Espanhol, Karim Benzema, atacante em boa fase, e o lateral Marcelo ficaram de fora da partida por contusão e o Real sofreu no início para criar oportunidades de gol contra os seus obstinados visitantes.

Gonzalo Higuain, que jogou depois de quatro meses parado se recuperando de uma cirurgia nas costas, desperdiçou uma boa oportunidade ao chutar no goleiro Juan Pablo.

O Gijon surpreendeu ao abrir o placar com Miguel Angel de las Cuevas que aproveitou passe vindo do lado esquerdo e chutou com precisão à direita do goleiro Iker Casillas. Em um final de jogo frenético, o Real não conseguiu empatar e Sami Khedira viu seu chute ser desviado na linha do gol por um zagueiro do Gijon no quarto minuto dos acréscimos.

A vitória do Gijon é um triunfo pessoal do carismático técnico Manuel Preciado que discutiu com Mourinho quando os times jogaram em novembro. Preciado ficou irritado quando o técnico português sugeriu que o Gijon não jogou tudo o que podia contra o Barça. Os dois treinadores foram repreendidos por uma comissão do governo que busca combater o racismo e a intolerância no esporte.

 
<p>T&eacute;cnico do Real Madrid, Jos&eacute; Mourinho, durante partida contra o Sporting Gijon em Madri. Mourinho perdeu a invencibilidade que j&aacute; durava nove anos ap&oacute;s a derrota no jogo. 02/04/2011 REUTERS/Andrea Comas</p>