Japão desiste de disputar Copa América após terremoto

segunda-feira, 4 de abril de 2011 15:17 BRT
 

ASSUNÇÃO (Reuters) - A seleção japonesa não vai participar da Copa América de julho, na Argentina, porque seus dirigentes consideram importante concentrar-se na reconstrução do país depois do terremoto e tsunami de março, disse na segunda-feira a Confederação Sul-Americana de Futebol.

O presidente da Associação Japonesa de Futebol, Junji Ogura, comunicou pessoalmente a decisão ao titular da Conmebol, Nicolás Leoz, em reunião na sede da entidade, perto de Assunção.

"O Japão não participa da Copa América. O presidente veio explicar os motivos. Ele entende que agora a prioridade é tratar de salvar vidas e a reconstrução", disse à Reuters o chefe de imprensa da entidade sul-americana, Néstor Benítez.

"Além disso a associação japonesa tem muitos problemas de organização porque muita infraestrutura foi afetada", acrescentou.

Na Argentina, a imprensa local informa que a campeã mundial Espanha é uma das candidatas a ocupar a vaga do Japão. Mas Benítez afirmou desconhecer o que aconteceria com o lugar deixado pelos japoneses e disse que o assunto será tratado nos próximos dias.

O presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona, não confirmou que haja negociações com a federação espanhola ou alguma outra associação para substituir o Japão.

"Desconheço tudo", disse Grondona à Reuters. "Esse é um tema da Confederação Sul-Americana."

Segundo a imprensa argentina, os outros candidatos a ocupar a vaga do Japão seriam Honduras, Guatemala ou Costa Rica.

A Copa América será disputada entre 1o e 24 de julho por 10 seleções sul-americanas e o México, que também participa como convidado.   Continuação...