Três concorrentes disputam Vila Olímpica de Londres 2012

quarta-feira, 6 de abril de 2011 16:22 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Uma instituição de caridade da área da saúde, que no mês passado demonstrou interesse em comprar o Parque Olímpico de Londres, foi anunciada nesta quarta-feira como um dos três candidatos selecionados a administrar parte da Vila Olímpica depois que os atletas tiverem partido.

A Wellcome Trust, com sede em Londres, foi convidada a apresentar uma proposta final pela compra e administração no longo prazo da parte da vila atualmente de propriedade da Autoridade Olímpica Britânica (ODA, na sigla em inglês), o organismo responsável pela construção da infraestrutura dos Jogos.

Os outros dois concorrentes são a corporação internacional Hutchison Whampoa e o consórcio Delancey and Qatari Diar, englobando a Autoridade de Investimentos do Catar e a consultora de investimentos imobiliários com sede em Londres Delancey.

"A qualidade das três partes selecionadas é um voto de confiança na Vila Olímpica, demonstrando o interesse britânico e internacional numa propriedade britânica de primeira classe", disse o diretor-executivo da ODA, Dennis Hone, num comunicado.

Quase metade das 2.818 residências novas é de propriedade da ODA, assim como outros seis lotes na vila com o potencial de abrigar mais 2 mil residências novas.

A Triathlon Homes, uma joint venture de incorporadoras e associações de habitação, comprou a outra metade para casas de baixo custo.

Políticos esperam que os 9,3 bilhões de libras (15,21 bilhões de dólares) investidos nos Jogos ajudem a regenerar uma das áreas mais carentes da Grã-Bretanha, na zona leste da capital.