Americano Kroenke fecha compra do Arsenal por US$1,2 bi

segunda-feira, 11 de abril de 2011 12:52 BRT
 

Por Matt Scuffham

LONDRES (Reuters) - O Arsenal está se preparando para se tornar o quinto clube da Liga Inglesa a ter um dono norte-americano depois que o magnata dos esportes Stan Kroenke fez um acordo para uma aquisição do clube por 731 milhões de libras (1,2 bilhão de dólares).

O bilionário Kroenke, que já detém cerca de 30 por cento das ações do clube londrino, disse nesta segunda-feira que ofereceu aos acionistas 11,750 libras por ação e que já tinha a aprovação de Danny Fiszman, dono de 16,1 por cento das ações, e de Nina Bracewell-Smith, que possui 15,9 por cento do clube.

Ele agora controla 63 por cento do Arsenal, e sob as regras de aquisição, ele é obrigado a fazer uma oferta para comprar o restante das ações.

O magnata do setor de aço Alisher Usmanov é o outro grande acionista do clube, com 27 por cento através de sua empresa Red and White, mas não quis comentar sobre seus planos.

Kroenke, de 63 anos, que tinha uma fortuna de 2,9 milhões de dólares em 2010 segundo a Forbes, já é dono de diversos times de esportes nos Estados Unidos, incluindo o Denver Nuggets da NBA, os Colorado Avalanche da NHL, o St. Louis Rams da NFL, e os Colorado Rapids, da Major League Soccer.

"O Arsenal é um clube fantástico com uma história especial e uma tradição e um técnico maravilhoso, que é o Arsene Wenger", disse Kroenke, em comunicado. "Pretendemos construir uma herança rica e levar o clube a um novo sucesso."

Outros quatro clubes da Liga Inglesa pertencem a proprietários norte-americanos -- o Manchester United, o Liverpool, o Aston Villa e o Sunderland, enquanto o Chelsea, Manchester City, Fulham, Birmingham City e Blackburn Rovers também têm donos estrangeiros.