Governo garante que aeroportos estarão prontos para a Copa

sexta-feira, 15 de abril de 2011 13:10 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Um dia após um estudo apontar que a maioria dos aeroportos que receberão investimentos para a Copa do Mundo de 2014 não estará pronta para o torneio, o governo afirmou nesta sexta-feira que as obras nos terminais serão concluídas a tempo.

"Na nossa visão, as obras estão andando no cronograma adequado e deverão atender às necessidades da Copa", disse a jornalistas o secretário da Aviação Civil, Wagner Bittencourt.

Ele negou haver preocupação com o ritmo das obras, mas afirmou que podem ser aceleradas.

"Estávamos discutindo exatamente a estratégia para que a gente possa acelerar as obras dos aeroportos e que a gente possa atender a demanda necessária para a época da Copa", disse Bittencourt, que participou de reunião em Brasília com os ministros do Planejamento, Miriam Belchior, e do Esporte, Orlando Silva, para discutir a questão dos terminais aéreos.

Na véspera, estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) indicou que nove dos 13 aeroportos que estão sendo modernizados para a Copa não ficarão prontos para o evento. A situação dos terminais brasileiros é apontada pela Fifa como o maior gargalo na infraestrutura para a realização do Mundial no Brasil.

O próprio Orlando Silva já admitiu que os aeroportos são um dos principais obstáculos para a organização do evento.

Também participaram do encontro o presidente da Infraero, Gustavo Vale, e o coordenador do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Maurício Muniz.

O estudo do Ipea apontou ainda que, mesmo se fosse possível concluir as obras dos terminais a tempo da Copa, dez estariam operando em "situação crítica", ou seja, acima de 100 por cento da capacidade.

Ao todo, 12 cidades realizarão jogos do torneio. Campinas não receberá partidas, mas terá investimentos para o aeroporto de Viracopos.   Continuação...

 
<p>Passageiros chegam ao aeroporto de Guarulhos, em S&atilde;o Paulo. 04/03/2011 REUTERS/Nacho Doce</p>