Consórcio liderado pelos EUA acerta compra do clube Roma

sexta-feira, 15 de abril de 2011 20:53 BRT
 

BOSTON (Reuters) - Um consórcio liderado pelo empresário norte-americano Thomas Di Benedetto disse na sexta-feira ter chegado a um acordo para assumir o controle do clube italiano Roma. O negócio está sujeito à aprovação dos órgãos regulatórios.

O anúncio encerra anos de especulação sobre a compra do endividado time romano, que agora deve se tornar o único clube do Campeonato Italiano a ser comandado por estrangeiros.

O consórcio, que comprou 67 por cento das ações, é controlado por Di Benedetto (60 por cento) e pelo banco italiano UniCredit (40 por cento). A compra foi feita da Italpetroli, que controlava a Roma.

"As coisas boas não acontecem facilmente", afirmou Di Benedetto em entrevista coletiva com o vice-diretor-geral da UniCredit, Paolo Fiorientino. "Nunca senti que iria desistir da busca por este time."

Liverpool, Manchester United, Aston Villa e Sunderland também são dirigidos por norte-americanos.

A Roma perdeu para o Shakhtar Donetsk nas oitavas de final da Liga dos Campeões no mês passado e está em sexto lugar no Campeonato Italiano.

(Reportagem de Lauren Keiper, em Boston; e de Nigel Tutt, em Milão)