Mourinho continua sem falar com a imprensa local após o clássico

domingo, 17 de abril de 2011 11:46 BRT
 

MADRI (Reuters) - O difícil relacionamento rochoso de José Mourinho com os meios de comunicação de Madri não melhorou no sábado, quando o treinador se recusou a responder perguntas depois que o seu Real Madrid com 10 jogadores conseguiu um empate em 1 x 1 com líder Barcelona.

Ninguém sabe ao certo por que Mourinho deixou de falar com repórteres após o jogo no Santiago Bernabéu, após ter decidido permanecer calado durante a coletiva de imprensa nesta sexta-feira, deixando o assistente Aitor Karanka responder às perguntas da imprensa.

A decisão de Mourinho, numa tentativa de evitar o aquecimento da atmosfera antes do clássico, levou a cerca de 30 jornalistas locais a deixar a sala de imprensa na sexta-feira em protesto.

Mas, depois do pênalti cobrado por Cristiano Ronaldo a oito minutos do final, igualando o marcador após Lionel Messi abrir o placar também de pênalti - cujo lance levou à expulsão de Raúl Albiol - Mourinho quebrou o silêncio para responder rapidamente a um jornalista do diário esportivo AS.

"Você é o diretor do AS?," disse Mourinho. "(Se você não é) eu não posso responder." "Se eu seguir sua filosofia, você quer falar com o meu segundo, eu só quero conversar com os diretores."

A próxima pergunta foi pelo mesmo caminho.

"Eu não posso responder," disse ele novamente. "O programa 'Punto Pelota' desrespeitou quem ganhou três Copas da Europa e está aqui representando o Real Madrid."

O português passou a responder às perguntas de jornalistas catalães e internacionais, continuando a se recusar a responder os madrilenhos.

Mourinho teve frequentes desentendimentos com a mídia durante a sua carreira de treinador e irritou alguns dos meios de comunicação espanhóis desde sua chegada ao final da temporada passada, limitando o acesso aos jogadores e treinadores.

Esta última explosão do português foi a nota dissonante do dia, após a postura agressiva que seu time mostrou contra o Barça no sábado, dando um impulso moral ao Real Madrid para a final da Copa do Rei na quarta-feira contra a equipe catalã.

 
<p>T&eacute;cnico do Real Madrid, Jos&eacute; Mourinho, aguarda in&iacute;cio do jogo contra o Athletic Bilbao, em 9 de abril. No s&aacute;bado, o treinador se recusou a responder perguntas depois que o seu time com 10 jogadores conseguiu um empate em 1 x 1 com l&iacute;der Barcelona. 09/04/2011 REUTERS/Felix Ordonez</p>