Hamilton quer manter pressão em alta de mecânicos da McLaren

segunda-feira, 18 de abril de 2011 16:23 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - Os mecânicos e engenheiros da McLaren ficarão satisfeitos por saber que o piloto Lewis Hamilton estava pensando neles durante sua vitória no Grande Prêmio da China no domingo.

Eles ficarão menos contentes quando souberem que o britânico estava pensando em formas de aumentar a pressão sanguínea dos mecânicos depois que eles venceram uma corrida contra o tempo para consertar o carro de Hamilton e o colocar no grid de largada.

"Estava pensando na corrida que talvez eu tivesse que fazer alguns treinos (físicos) com meus mecânicos para que o coração deles esteja mais acelerado para o início de outras corridas", disse ele à Reuters.

"Porque o coração deles estava acelerado demais enquanto estavam tentando arrumar o meu carro, e os pitstops foram os melhores que eles já fizeram", acrescentou.

A vitória de Hamilton em Xangai quebrou uma sequência de duas vitórias do atual campeão mundial Sebastian Vettel, da Red Bull, nesse início de temporada, e colocou a McLaren em primeiro lugar no pódio pela primeira vez desde agosto de 2010.

Hamilton, campeão mundial de 2008, agora está em segundo lugar no campeonato após três corridas. O piloto disse que após uma pré-temporada ruim, a McLaren começou o campeonato sem um carro com chances de brigar pelo título, mas que agora a escuderia está muito melhor do que poderia sonhar há apenas um mês.

Apesar disso, Hamilton disse que ainda há muito trabalho a se fazer.

"Acho que ainda está muito no começo", respondeu ele quando perguntado se o atual carro pode levá-lo ao título mundial.

"Certamente somos a segunda equipe mais rápida e estamos atrás (da Red Bull). Somos os únicos colocando pressão neles, mas você pode ver que a Mercedes está melhorando e a Ferrari é bastante competitiva."