Japão disputará Copa América apesar da carência de jogadores

quarta-feira, 20 de abril de 2011 10:03 BRT
 

Por Tan Jinhe

CINGAPURA (Reuters) - O Japão pode não conseguir juntar seu time mais forte para a Copa América em julho, mas os campeões da Copa da Ásia prometeram não se retirar do torneio uma segunda vez.

"Quaisquer que sejam os jogadores que escolhermos, tenho confiança de que conseguiremos montar um time de alto calibre," disse à Reuters Kozo Tashima, vice-presidente da Associação Japonesa de Futebol (JFA, na sigla em inglês), em entrevista nesta quarta-feira.

"Isso (outra desistência) não acontecerá. O nível dos nossos jogadores está muito melhor. Na Copa da Ásia (deste ano) não conseguimos reunir nossos melhores jogadores, mas ainda assim produzimos resultados."

O Japão, que jogará como convidado, deve atuar sem alguns jogadores-chave depois de reverter sua decisão original de se retirar da competição, que será sediada na Argentina.

Os clubes europeus, em especial, relutam para liberar seus jogadores para a Copa América.

"Os jogadores querem jogar o futebol de mais alto nível possível," disse Tashima, que está em Cingapura para promover a cooperação entre associação de futebol local e a JFA.

"A Copa América é o mais antigo torneio continental, muito tradicional. Normalmente não podemos disputar partidas de tão alto nível e quase todos os jogadores querem participar."

O Borussia Dortmund, líder do campeonato alemão, não quer liberar o meio-campo Shinji Kagawa para jogar na Argentina, enquanto o zagueiro Atsuto Uchida, do Schalke 04, e o atacante Shinji Okazaki, do Stuttgart, provavelmente não viajarão.   Continuação...