Pacotes-bomba são enviados a técnico e torcedores do Celtic

quarta-feira, 20 de abril de 2011 11:20 BRT
 

Por Michael Holden

LONDRES (Reuters) - Pacotes-bomba que poderiam provocar "graves ferimentos" foram enviados ao técnico do clube escocês Celtic, Neil Lennon, e a dois torcedores famosos da equipe de Glasgow, confirmou a polícia nesta quarta-feira.

Políticos disseram que as tentativas de ataque indicavam que medidas precisam ser tomadas para lidar com a intolerância religiosa e a violência sectária entre torcedores do clube e de seu arquirrival Rangers, que aumentaram novamente nos últimos meses.

Lennon, um católico da Irlanda do Norte, já foi alvo de diversas ameaças e agressões físicas no passado e foi culpado pelo aumento nas tensões recentes, junto com autoridades importantes do Rangers.

"Enviar esses tipos de pacote através do correio é um ato desprezível e covarde", disse o detetive John Mitchell, da polícia de Strathclyde, a jornalistas. "Posso confirmar que foram feitos para realmente machucar as pessoas que abrissem (os pacotes)."

Enquanto especialistas sugerem que provavelmente haveria um indivíduo culpado pela tentativa de ataque, a polícia não rejeitou a possibilidade do envolvimento de um grupo guerrilheiro. Dissidentes contrários ao processo de paz irlandês aumentaram suas atividades nas últimas semanas.

O ressentimento entre o Celtic, que tem torcedores predominantemente católicos, e o Rangers, cujos torcedores são principalmente protestantes, é histórico e profundo.

A divisão sectária reflete o ódio religioso e social que assola a Irlanda do Norte. Os torcedores do Celtic geralmente acenam bandeiras irlandesas, enquanto os do Rangers usam bandeiras britânicas ou da Irlanda do Norte em dias de jogo.

Os dois clubes se enfrentam novamente no domingo em um jogo possivelmente decisivo da Liga Escocesa.

 
<p>Neil Lennon, t&eacute;cnico do Celtic, durante jogo da Liga Escocesa contra o Inverness Caledonian Thistle. 16/03/2011 REUTERS/David Moir</p>