Ecclestone dá mais tempo ao Barein para organizar corrida de F1

quinta-feira, 28 de abril de 2011 17:12 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Fórmula 1 está preparada para dar ao Barein mais tempo para decidir se o país árabe, envolto em problemas políticos, poderá realizar o seu Grande Prêmio neste ano, disse o dirigente Bernie Ecclestone nesta quinta-feira, às vésperas do prazo original para a decisão, que vence em 1o de maio.

"Precisamos esperar um pouquinho para ver exatamente como estão os progressos", disse Ecclestone à Reuters. Ele admitiu que pode ser obrigado a dar "bye-bye ao Barein", mas disse que a decisão não é iminente. "Suponho que teremos certeza até o começo de junho ou algo assim", afirmou.

A prova no circuito de Sakhir estava originalmente programada para abrir a temporada em 13 de março, mas foi adiada por causa da violenta repressão a protestos políticos no reino.

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) disse no mês passado que havia pedido ao Barein que "comunicasse até no máximo 1o de maio" a sua disposição de realizar a prova ainda este ano.

Segundo Ecclestone, ele e Jean Todt, presidente da FIA, estão avaliando a situação. Um porta-voz da federação disse, no entanto, que não estava a par do adiamento.

(Por Alan Baldwin)