Uefa desconsidera protestos de Real Madrid e Barcelona

segunda-feira, 2 de maio de 2011 14:28 BRT
 

BERNA (Reuters) - A Uefa desconsiderou os protestos feitos por Real Madrid e Barcelona um contra o outro após o jogo tenso da semana passada na partida de ida da semifinal da Liga dos Campeões.

O Real tinha reclamado de eventuais simulações de jogadores do Barcelona, que por sua vez apresentou uma queixa formal a respeito dos comentários feitos pelo técnico adversário José Mourinho.

"Os protestos apresentados pelo Real Madrid contra o comportamento de jogadores do Barcelona durante o jogo e contra o cartão vermelho mostrado a Pepe estão rejeitados", disse a Uefa em comunicado nesta segunda-feira.

"Em relação ao caso do comportamento dos jogadores do Barcelona, concluiu-se que não houve uma estratégia de provocar os jogadores do Real Madrid, enquanto no caso de Pepe, a decisão tomada pelo árbitro está mantida. Como resultado, o jogador Pepe está suspenso do jogo Barcelona x Real Madrid em 3 de maio."

Sobre o protesto do Barcelona contra o técnico do Real Madrid, a Uefa afirmou: "Neste caso, o Barcelona referiu-se a incidentes que já foram abordados sobre José Mourinho, que será ouvido... em 6 de maio."

"Nenhum novo procedimento disciplinar será aberto contra José Mourinho", acrescentou a nota da Uefa.

(Por Brian Homewood)