Chega de ridículo e vamos falar de futebol, diz Xavi

segunda-feira, 2 de maio de 2011 16:25 BRT
 

Por Iain Rogers

BARCELONA (Reuters) - As cenas de violência e troca de provocações que marcaram o jogo da semana passada da semifinal da Liga dos Campeões entre Barcelona e Real Madrid são negativas para o futebol e o esporte como um todo, disse o meia do Barça Xavi nesta segunda-feira, na véspera da partida de volta do confronto.

A Uefa investigou os dois clubes após a partida no Santiago Bernabéu vencida pelo Barça por 2 x 0, e os arquirrivais apresentaram queixas formais um contra o outro à Uefa, que, no entanto, rejeitou as reclamações.

"Do meu ponto de vista, tudo que está acontecendo é triste", disse Xavi em entrevista coletiva antes do jogo de terça-feira no Camp Nou.

"Seria bom falarmos de futebol em vez dessas questões ridículas", acrescentou o jogador espanhol.

"Vamos tentar não deixar essa tensão nos afetar, o que é negativo para o futebol e para o esporte em geral. Isso é impossível, mas vamos tentar."

O Barcelona ficou furioso com o técnico do Real José Mourinho, ex-assistente técnico do clube catalão no fim dos anos 1990, pelos comentários feitos após a partida minimizando as conquistas do treinador adversário Pep Guardiola.

O Real também acusou alguns jogadores do Barça de se jogarem e simularem faltas.

Mourinho foi expulso de campo no segundo tempo por reclamar da expulsão do meia Pepe. O jogador está suspenso do jogo de terça, enquanto Mourinho terá que assistir à partida da arquibancada.

Barça e Real formaram a maioria da seleção espanhola que conquistou o título na Copa do Mundo da África do Sul em 2010, mas jogadores das duas equipes entraram em conflito quando se encontraram na descida para o intervalo.

A final da Liga dos Campeões será disputada em 28 de maio em Wembley. O Manchester United tem vantagem de 2 x 0 contra o Schalke 04 na outra semifinal.

 
<p>Xavi Hern&aacute;ndez em coletiva de imprensa no est&aacute;dio de Camp Nou, em Barcelona. 02/05/2011 REUTERS/Albert Gea</p>