Djokovic enfrenta Nadal na final após susto diante de Bellucci

sábado, 7 de maio de 2011 17:42 BRT
 

Por Iain Rogers

MADRI (Reuters) - Novak Djokovic, que não perde desde que Roger Federer o derrotou em novembro, teve que reagir para virar o jogo em um duelo aguerrido com o brasileiro Thomaz Bellucci neste sábado, superando o jovem adversário com parciais de 4-6, 6-4 e 6-1.

A série de 31 vitórias do segundo cabeça de chave Djokovic em 2011 iguala a segunda melhor estreia de temporada da história, a de Bjorn Borg em 1980, e seus cinco títulos deste ano incluem o Aberto da Austrália e os torneios da série Masters em Indian Wells e Miami.

Rafael Nadal e Roger Federer produziram mais um clássico no 24o capítulo de sua grande rivalidade neste sábado, quando Nadal se recuperou de um set perdido e venceu em parciais de 5-7, 6-1 e 6-3, reservando uma vaga na final do Masters de Madri.

O espanhol e número um do mundo, que substituiu Federer no topo do ranking, aproveitou ao máximo a falta de consistência de seu adversário e marcou lugar na final de domingo contra um Djokovic aparentemente imbatível.

Embora o embate entre Nadal e Federer diante de uma arena lotada tenha carecido do drama de clássicos anteriores, algumas trocas de bola, incluindo uma no ultimo game, deixaram a plateia de 12.500 espectadores de queixo caído.

"Nós nos conhecemos muito, muito bem, e acho que às vezes estamos pensando mais no que fazer para aborrecer o outro jogador do que em jogar nosso melhor tênis," disse Nadal, que soma 16 vitórias e 8 derrotas diante de Federer, em uma coletiva de imprensa.

"Acho que aqui Roger jogou um ótimo tênis em alguns momentos, mas em outros ele errou mais do que o normal."

"Mas é sempre uma partida especial, e um prazer jogar contra ele, é sempre uma honra."