7 de Maio de 2011 / às 18:40 / em 6 anos

Mercedes está progredindo bastante, diz Rosberg

Por Alan Baldwin

ISTAMBUL (Reuters) - A Mercedes está alcançando os líderes da Fórmula 1 e está mais veloz, disse o alemão Nico Rosberg neste sábado, depois de se classificar em terceiro para o Grande Prêmio da Turquia.

“É fantástico ver o progresso que estamos fazendo,” disse ele aos repórteres.

“Quando se compara com quatro corridas atrás, onde estávamos e onde estamos agora, um décimo atrás da Red Bull mais lenta nos treinos classificatórios da Turquia, é ótimo.”

Companheiro de equipe de Rosberg, o hexacampeão Michael Schumacher ficou somente um milésimo de segundo atrás do atual campeão Sebastian Vettel, da Red Bull, no treino final, mas se classificou em oitavo.

Foi a melhor posição do piloto de 42 anos no grid em quatro corridas na atual temporada. A melhor colocação de Rosberg foi quarto na China no mês passado.

“Também estou muito otimista com o futuro agora, com as próximas semanas e corridas,” disse ele. “Temos mais atualizações chegando e as coisas estão indo na direção certa, estamos chegando mais perto de onde esperávamos estar.”

Rosberg ainda não venceu nenhuma prova e disputa sua sexta temporada na categoria. Schumacher, que voltou no ano passado após três temporadas fora, não sobe ao pódio desde 2006, quando corria pela Ferrari.

Nenhum dos pilotos da Mercedes terminou o GP da Austrália, primeiro da temporada, quando Schumacher se retirou da prova e Rosberg encostou após uma colisão, mas a equipe melhorou o carro deste então.

Tanto Rosberg quanto Schumacher pouparam um jogo de pneus macios novos nos treinos classificatórios deste sábado, como os pilotos da Red Bull, manobra tática que deixará o time em boa situação no difícil circuito de Istambul.

“Em Barcelona chegamos ao último teste (da pré-temporada) bastante tarde com as peças dos carros novos,” disse o chefe de equipe Ross Brawn. “E o carro parecia bom, mas não tínhamos muita experiência com o material.”

“Durante as duas primeiras corridas tivemos problemas de confiabilidade, com a asa traseira e com o KERS (sistema de recuperação de energia cinética).”

“Neste processo, perdemos a noção de como montar o carro. Depois da Malásia fizemos um grande esforço para que tudo começasse a funcionar apropriadamente... e também analisamos como estávamos montando o carro,” disse ele.

“Percebemos que provavelmente não estávamos indo na direção certa com esses pneus (Pirelli).”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below