Turquia espera manter corrida de F1 em 2010

segunda-feira, 9 de maio de 2011 12:00 BRT
 

Por Alan Baldwin

ISTAMBUL (Reuters) - Autoridades turcas demonstraram maior otimismo nesta segunda-feira quanto à possibilidade de manter a corrida do país no calendário da F1, após negociações no fim de semana com o chefe comercial da categoria, Bernie Ecclestone.

"Sentamos com Ecclestone e o diretor-geral de Juventude e Esporte (do governo turco) Yunus Akgul e discutimos os planos que podemos implementar", disse o presidente da Federação Turca de Automobilismo, Mumtaz Tahincioglu, segundo a imprensa local.

"As duas partes estão tentando resolver a situação. Comparando antes da corrida e a situação atual, há uma diferença de 50 por cento", acrescentou.

O chefe da Câmara de Comércio de Istambul, Murat Yalcintas, disse antes da corrida de domingo no autódromo Istanbul Park que o GP da Turquia seria cortado do calendário no ano que vem devido a um desacordo com Ecclestone sobre pagamento.

Segundo ele, o governo recusou uma proposta do empresário britânico de dobrar os pagamentos para receber a corrida, de 13 milhões de dólares para 26 milhões de dólares.

Ecclestone disse posteriormente que seria uma frustração perder um dos circuitos mais modernos da F1, apesar da baixa presença de público.

"Vamos fazer tudo que pudermos. Vamos negociar com Ecclestone", disse Akgul.

Equipes e pilotos da F1 defenderam a permanência da Turquia no calendário.   Continuação...