Técnico da França Blanc é interrogado sobre cotas raciais

segunda-feira, 9 de maio de 2011 18:15 BRT
 

Por Julien Pretot

PARIS (Reuters) - O técnico da seleção francesa, Laurent Blanc, foi interrogado nesta segunda-feira pela Federação Francesa de Futebol (FFF) e o Ministério do Esporte como parte de uma investigação sobre supostas cotas raciais nas divisões de base do país.

Blanc deixou Paris de avião após o depoimento para reunir-se com seus familiares na região de Bordeaux. Ao desembarcar, ele disse a repórteres que "aconteceu" o interrogatório, e acrescentou que não fará mais comentários sobre as investigações.

As descobertas do processo serão divulgadas à imprensa na terça-feira durante entrevista coletiva na sede da FFF, e o conselho extraordinário da FFF vai reunir-se novamente na quinta-feira. Uma outra entrevista está marcada para acontecer após essa reunião.

A ministra dos Esportes, Chantal Jouanno, também vai conceder entrevista coletiva na terça-feira para comentar o caso, que ganhou enorme repercussão pelo país.

Blanc recebeu duras críticas desde o surgimento da notícia, no mês passado, de que participou de uma reunião da federação francesa em novembro em que foi discutida a proposta de impor cotas para jogadores de origens árabes e africanos nas divisões de base, segundo reportagens.

Racismo e imigração são temas muito polêmicos na França, e vários ex-companheiros de Blanc na multicultural seleção campeã do mundo de 1998 deram opiniões divergentes sobre o tema.

O diretor-técnico da FFF François Blaquart, que também participou do encontro no ano passado, foi suspenso provisoriamente em decorrência da investigação.

 
<p>O t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o francesa, Laurent Blanc, chega a aeroporto no sudoeste da Fran&ccedil;a. Blanc foi interrogado como parte de uma investiga&ccedil;&atilde;o sobre supostas cotas raciais nas divis&otilde;es de base do pa&iacute;s. 09/05/2011 REUTERS/Regis Duvignau</p>