Barrichello põe em dúvida seu futuro na Williams

quinta-feira, 12 de maio de 2011 13:49 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Rubens Barrichello colocou em dúvida seu futuro na Williams, ao dizer que a equipe da Fórmula 1 precisa melhorar seu desempenho se quiser mantê-lo como piloto no próximo ano.

Os ex-campeões mundiais ainda não conseguiram marcar nenhum ponto em quatro corridas nesta temporada, e recentemente anunciaram mudanças em seu departamento técnico.

"A Williams precisa melhorar muito para que possamos chegar a um acordo para o próximo ano", disse o brasileiro, de 38 anos, segundo a revista britânica Autosport desta quinta-feira.

"As coisas estão paradas. Não vale a pena continuar desse jeito... Estou no auge da minha carreira e estou muito feliz com isso. Dito isso, preciso que a equipe comece a se mexer e eu preciso ver diferenças", acrescentou.

Barrichello, o piloto mais experiente da F1 e o único na história do esporte a disputar mais de 300 GPs, se uniu à Williams depois de deixar a Brawn GP no final de 2009.

Seu colega de equipe nesta temporada é o novato venezuelano Pastor Maldonado, que trouxe um patrocínio significativo da companhia estatal de petróleo de seu país, a PDVSA.

Barrichello disse que a Williams, que contratou o ex-chefe de design da McLaren Mike Coughlan, enquanto o diretor técnico Sam Michael deixará a equipe no final do ano, precisa de mudanças na liderança.

"Precisamos de um líder", disse o brasileiro, segundo o site autosport.com.

"No momento, é quase como se tivéssemos (líderes) demais, mas não o suficiente. Muitas pessoas estão tentando dizer alguma coisa, mas no final, essa não é a questão. Eles precisam focar no que estão fazendo."

"Eu poderia recrutar mais pessoas, ver outras equipes. Eu posso. Estou entre os 10 (mais influentes) que está há mais tempo por aqui. Eu conheço algumas pessoas e estou ligando para eles", acrescentou o ex-piloto da Ferrari.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
Rubens Barrichello, da Williams, chega no 1o treino do Grande Prêmio de F1 da Malásia, no circuito de Sepang. Barrichello disse à revista britânica Autosport desta quinta-feira que "a Williams precisa melhorar muito para que possamos chegar a um acordo para o próximo ano". Dessa maneira, o piloto colocou em dúvida seu futuro na Williams.
Foto de Arquivo. 08/04/2011 REUTERS/Bazuki Muhammad