FIA vai coibir sistemas de manejo de motores da Fórmula 1

terça-feira, 17 de maio de 2011 17:33 BRT
 

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE, Inglaterra (Reuters) - A Red Bull, equipe líder da Fórmula 1, pode perder seu domínio absoluto a partir do GP da Espanha neste fim de semana, depois que a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou que vai restringir os sistemas de manejo do motor para ganhar vantagem aerodinâmica.

Algumas equipes de ponta aumentaram o rendimento de seus carros mantendo gases expelidos circulando constantemente pelo difusor traseiro, mesmo quando os pilotos não estão acelerando.

"A FIA esclareceu algumas regras sobre os sistemas de manejo dos motores, que eu acho que vão afetar todas as equipes", disse o chefe da equipe Mercedes, Ross Brawn, a repórteres durante a inauguração do novo paddock do circuito de Silverstone, nesta terça-feira.

"Esse tipo de som (dos motores) que vocês ouvem, eu não acho que voltaremos a ouvir", disse o britânico quando perguntado sobre o impacto das mudanças no Grande Prêmio da Espanha, em Barcelona.

"As equipes estavam desenvolvendo seus sistemas de manejo de motores para tirar o máximo de vantagem dos gases expelidos, e a FIA quer nos levar agora a uma direção diferente, então haverá mudanças."

O campeão mundial Sebastian Vettel, da Red Bull, ganhou três das quatros corridas da temporada até o momento, após ter largado da pole position em todas as provas do ano.

Perguntando se as mudanças poderiam afetar o rendimento da Red Bull nos treinos classificatórios, Brawn diplomaticamente disse que não tinha ideia de qual será o resultado.

"Acho que isso forçou todas as equipes a ter um novo olhar sobre o que estão fazendo com seus motores", disse.

O chefe da Red Bull, Christian Horner, afirmou ao site autosport.com que as mudanças afetarão a maioria dos carros no grid.

"Terá impacto em todas as equipes que estavam utilizando isso", disse. "Acho que 90 por cento do grid, se você olhar quantas equipes estão usando os difusores."